Pular para conteúdo
Registre-se
x
  1. Futebol

Primeira Liga: Chaves de regresso

O Desportivo de Chaves conseguiu este domingo garantir o regresso à Primeira Liga ao completar a eliminação do Moreirense no play-off, com um acumulado de 2-1.

Os flavienses tinham vencido em casa a primeira mão por 2-0, colocando-se assim com uma boa vantagem para a visita a Moreira de Cónegos este domingo, acabando por perder por 1-0, mas garantindo o apuramento por 2-1.

Moreirense acreditou

O Moreirense não pode novamente contar com o castigado Ricardo Sá Pinto no banco, mas ninguém deitou a toalha ao chão e a crença de poder anular a desvantagem de dois golos era real.

A esperança aumentou ainda mais quando Paulinho fez o 1-0 aos 25 minutos, relançando o play-off com muito tempo ainda para jogar. Contudo, os transmontanos resistiram heroicamente a todas as investidas dos homens da casa e aguentaram a magra vantagem que os coloca de regresso ao escalão principal do futebol português.

De notar que o Chaves, que tinha descido à Segunda Liga em 2018/19, falhou o apuramento automático na última jornada, terminando em terceiro lugar, com Rio Ave e Casa Pia a serem os apurados ao ficarem em primeiro e segundo lugar respectivamente.

Já o Moreirense, que alimentou a esperança da manutenção na última jornada ao garantir o 16º lugar, desce ao fim de oito anos na Primeira Liga, acompanhando assim o Belenenses SAD e o Tondela.

Cónegos bem tentaram

Depois de uma época complicada, o emblema de Moreira de Cónegos acabou por sucumbir no play-off, com o adjunto de Sá Pinto, Rui Mota, a admitir que a primeira mão acabou por ser determinante.

“Faltou termos feito a nossa parte no primeiro jogo, a nossa equipa hoje teve muita alma e merecia pelo menos chegar aos penáltis, mas faltou outra atitude no jogo em Chaves e hoje pagámos caro o que não concretizámos. Trabalhámos e acreditámos, mas o futebol é assim”, afirmou o técnico na flash-interview.

“Quando se dá tudo e o final é este, claro que é um momento duro e claro que não é fácil encaixar esta situação. Agora não há nada a fazer, já acabou. Fomos uma família até aqui e vamos acabar como uma família”.

Chaves vai preparar-se para os grandes jogos

O treinador do Chaves, Vítor Campelos, estava naturalmente emocionado no final do encontro, não só com a alegria de ter alcançado a promoção, mas também com a tristeza de ter afastado o seu clube do coração.

Contudo, ele considerou que os seus homens foram melhores no conjunto das duas mãos e considera o triunfo no play-off como justo.

“Sinto uma alegria imensa, um desgaste emocional enorme, foram muitas lesões e casos de doença e andámos muito tempo a jogar no fio da navalha, a 13 e 15 pontos dos dois primeiros, com vários jogos em atraso. Lutámos pelo acesso directo até à última, não conseguimos, mas acho que fomos melhores do que o Moreirense nestes dois jogos. Dedico esta subida a todos os adeptos”.

“Na primeira parte não estávamos a ter tanta agressividade competitiva, precisávamos de mais coragem para ter bola. Acertámos coisas ao intervalo, melhorámos, e apesar do maior domínio do Moreirense as oportunidades mais claras foram nossas”.

Agora, o plantel e a equipa técnica vão de férias para depois regressarem para a pré-época e prepararem a nova temporada entre os grandes do futebol português.

Esta quinta-feira, Portugal defronta a Espanha em Sevilha, o primeiro jogo da Liga das Nações da UEFA. Os Lusos têm 9/4 de odds para vencerem, 12/5 para empatarem e 6/5 para perderem.

Apostas de Futebol

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies