Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Vincent Aboubakar (Camarões)

Prever o artilheiro da Copa Africana de Nações parece ainda mais difícil que prever a seleção campeã.

Na África nasceram alguns dos melhores atacantes da atualidade, e a maioria deles estará na Costa do Marfim para a disputa da próxima Copa Africana de Nações. Listamos abaixo aqueles que nos parecem os mais fortes candidatos a terminar no topo do ranking de goleadores.

Victor Osimhen (Nigéria)

Alguns bons atacantes que a Nigéria levará à próxima CAN são Victor Boniface (Bayer Leverkusen) e Moses Simon (Nantes). Mas é claro que a principal arma ofensiva do treinador português José Peseiro é Victor Osimhen. O camisa 9 do Napoli foi o artilheiro da Serie A 2022–23, e no último dia 11 venceu o prêmio de Futebolista Africano do Ano. Se as superáguias voltarem a alcançar o topo do continente, Osimehn terá papel decisivo nesse processo.

Mohamed Salah (Egito)

Também o Egito é comandado por um português, Rui Vitória, que tem à sua disposição atacantes como Mostafa Mohamed (Nantes) e Omar Marmoush (Eintracht Frankfurt). E há Mohamed Salah, cujo impacto no futebol africano (e no mundo árabe) não tem paralelo. Hoje com 31 anos, Salah é cada vez mais o principal jogador do Liverpool. Isso se nota principalmente na sua média de 0,92 participação em gols por jogo nesta temporada (dezesseis tentos e oito assistências).

Youssef en-Nesyri (Marrocos)

Talvez Hakim Ziyech (Galatasaray) ainda seja o atacante mais conhecido do Marrocos, mas a principal esperança de gols do treinador Walid Regragui tende a ser Youssef en-Nesyri. O camisa 15 do Sevilla foi um dos destaques na conquista da Liga Europa 2022–23, e segue como um dos principais nomes dos hispalenses. Na atual temporada seu clube tem se saído tão mal que já destituiu dois treinadores, mas isso só torna ainda mais relevantes os nove gols que En-Nesyri marcou em 25 partidas.

Sadio Mané (Senegal)

No Senegal de Aliou Cissé os candidatos à posição de centroavante são Nicolas Jackson (Chelsea), Boulaye Dia (Salernitana) e Habib Diallo (Al-Shabab). Quem quer que seja o titular no centro do ataque daqui a duas semanas, o grande nome do tridente ofensivo seguirá sendo Sadio Mané. Embora costume atuar mais aberto, o jogador do Al-Nassr apresenta média de quase um gol a cada dois jogos na Liga Saudita (8/17). Além disso, é ele o cobrador de pênaltis dos leões da teranga.

Vincent Aboubakar (Camarões)

O técnico de Camarões, Rigobert Song, tem à disposição Karl Toko Ekambi (Abha) e Eric Maxim Choupo-Moting (Bayern de Munique); mesmo assim, o primeiro atacante que vem à mente quando se pensa nos leões indomáveis é Vincent Aboubakar. Seu momento é conturbado: no último dia 11, ele foi um de cinco jogadores afastados do Besiktas por «mau desempenho e incompatibilidade dentro da equipe». Parece incoerente dizer isso de um jogador que marcou onze gols em 22 jogos.

Serhou Guirassy (Guiné-Conacri)

Nesta Bundesliga o Stuttgart tem sido uma surpresa tão grande quanto o líder, o Bayer Leverkusen. E poucos jogadores têm impressionado tanto quanto Serhou Guirassy. Este conacri-guineense de 27 anos marcou dezoito gols em quinze rodadas —os quais muito têm ajudado os suábios a manterem-se na luta por vaga na Liga dos Campeões—. Há ótimas expectativas quanto ao desempenho de Guirassy na CAN a serviço da seleção treinada pelo francês Kaba Diawara.

Simon Banza (Congo-Quinxassa)

O segundo goleador histórico do Congo-Quinxassa é Cédric Bakambu (Galatasaray), e será lógico vê-lo como titular dos leopardos na CAN; estranho será se o treinador francês Sébastien Desabre não encontrar espaço também para Simon Banza. O camisa 23 do Braga começou 2023–24 como suplente na equipe de Arthur Jorge, mas desde que ganhou a titularidade tornou-se titular indiscutível. Hoje este jogador de 27 anos é o artilheiro da Primeira Liga: treze gols em quatorze rodadas.

Karim Konaté (Costa do Marfim)

Sébastien Haller ainda é a principal referência entre os atacantes da Costa do Marfim; o porém é que a atual temporada não tem sido boa para este jogador de 29 anos, que perdeu o estatuto de titular no Borussia Dortmund. É evidente o contraste com o momento de Karim Konaté, de 19 anos, que a serviço do Salzburg marcou oito gols em dezessete rodadas da Bundesliga Austríaca. Resta saber se isso lhe dará uma vaga entre os titulares do francês Jean-Louis Gasset na próxima CAN.

Outros nomes

Falamos aqui de oito candidatos à artilharia da Copa Africana de Nações, e ainda haveria espaço para outros. Vale a pena estar atento ao desempenho dos seguintes atletas: o angolano M’Bala Nzola (Fiorentina), o argelino Islam Slimani (Coritiba), o ganês Iñaki Williams (Athletic) e o sul-africano Percy Tau (Al-Ahly).

Mencionamos a seguir três atletas que não disputarão o torneio por lesão: os malineses El-Bilal Touré (Atalanta) e Ibrahima Koné (Almería) e o camaronês Bryan Mbeumo (Brentford). Já o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang (Marselha) será ausência porque sua seleção não se classificou para a CAN.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.