Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Youssef Msakni (Tunísia)
  1. Futebol
  2. Futebol de Seleções

CAN: a estreia das Águias de Cartago

Nesta terça a Tunísia enfrenta a Namíbia; logo em seguida, Máli e África do Sul fazem o segundo jogo do grupo E.

O grupo E da Copa Africana de Nações tem como cabeça de chave a Tunísia, que amanhã enfrenta a Namíbia. Em seguida teremos Máli vs. África do Sul, as outras equipes do grupo. Tanto um jogo quanto o outro serão realizados no estádio Amadou Gon Coulibaly, na cidade marfinense de Korhogo.

África Setentrional vs. África Austral

O quê:Tunísia x Namíbia
Onde:Amadou Gon Coulibaly, Korhogo
Quando:terça, 16 de janeiro, às 14h (Brasília)
Como assistir:Bandplay | Band.com.br
Cotações:Tunísia = 1,40 | empate = 4,20 | Namíbia = 10,00

A Tunísia, 28.ª no ranking da FIFA, está em sétimo nas cotações para a conquista desta CAN (15,00). Em 2024 completam-se vinte anos desde que as águias de Cartago, então comandadas pelo francês Roger Lemerre, sediaram esse torneio pela terceira vez e o conquistaram pela primeira e única vez. Hoje o treinador é um nativo, Jalel Kadri, que antes de classificá-las a esta Copa Africana de Nações conduziu-as (ainda na condição de interino) à Copa do Mundo realizada no Catar. Uma vez mais os alvirrubros não conseguiram passar da fase de grupos, mas deixaram boas impressões ao derrotar a França na última rodada e ao sofrer apenas um gol em três jogos. Esse último ponto nos leva a destacar o zagueiro Yassine Meriah (Espérance), que no grupo atual só tem menos jogos a serviço da Tunísia que o lateral-esquerdo Ali Maâloul (Al-Ahly) e o atacante Youssef Msakni (Al-Arabi). Msakni é cada vez mais a grande esperança de gol das águias, visto que Wahbi Khazri (Montpellier) aposentou-se do futebol de seleções após a eliminação em Catar 2022.

Em tese, a Namíbia é a seleção mais frágil deste grupo: encontra-se em 115.º lugar no ranking da FIFA. Além disso, os bravos guerreiros estão em penúltimo nas cotações do mercado «Vencedor Final» da CAN (201,00). Feitas essas considerações, os homens de Collin Benjamin já mostraram do que são capazes quando não perderam nenhum dos jogos contra Camarões no torneio qualificatório: 1 x 1 fora e 2 x 1 em casa. Em ambas as partidas o centroavante Peter Shalulile (Mamelodi Sundowns) chegou às redes; logo, é ele quem mais deverá manter os zagueiros tunisianos ocupados amanhã.

África Ocidental vs. África Austral

O quê:Máli x África do Sul
Onde:Amadou Gon Coulibaly, Korhogo
Quando:terça, 16 de janeiro, às 17h (Brasília)
Como assistir:Bandplay | Band.com.br
Cotações:Máli = 2,00 | empate = 3,20 | África do Sul = 4,20

O Máli pode até estar atrás da Tunísia no ranking da FIFA (é o 51.º colocado), mas no que se refere a valores individuais é a seleção mais notável no grupo E. Defendemos esse ponto de vista citando jogadores importantes de fortes equipes europeias, como o lateral-direito Hamari Traoré (Real Sociedad) e o meio-campista Yves Bissouma (Tottenham). Não é à toa que, mesmo com as ausências por lesão de nomes como o volante Cheick Doucouré (Crystal Palace) e o atacante Ibrahima Koné (Alméria), os homens de Éric Chelle aparecem em décimo nas cotações de «Vencedor Final» (21,00). A principal ressalva a fazer quanto a esta seleção tricolor (verde, amarelo e vermelho) é que em sua mais recente partida, válida pela segunda rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo, a equipe apenas empatou em casa com a República Centro-Africana (1 x 1). Quem marcou o gol de Máli nesse dia foi o meia de 20 anos Kamory Doumbia, que nos parece bom candidato a revelação da CAN: no último 20 de dezembro, ele marcou todos os gols do Brest (clube que defende por empréstimo do Reims) no 4 x 0 sobre o Lorient.

A África do Sul (66.ª no ranking da FIFA) não participou da CAN realizada há dois anos, mas sua campanha nas mais recentes eliminatórias foi bastante boa. No grupo K a grande força era o Marrocos, para quem os comandados do belga Hugo Broos perderam por 2 x 1 em Rabat mas a quem venceram por 2 x 1 em Joanesburgo. Quem marcou o único tento dos bafana bafana naquela derrota fora de casa foi o atacante Lyle Foster, do Burnley, que por questões de saúde mental não viajou para a CAN. Assim, o principal destaque na linha de frente segue sendo Percy Tau, do Al-Ahly. A maioria dos demais atletas joga por algum clube do próprio país, como o goleiro Ronwen Williams e o meio-campista Teboho Mokoena (ambos do Mamelodi Sundowns). Temos nesse fato a principal razão de os sul-africanos serem tidos como a terceira força do grupo E. Por outro lado, se nos lembrarmos que os quatro melhores dos seis terceiros colocados avançam às oitavas de final, não surpreenderá que Broos e seus homens apareçam cotados em 1,40 (71% de probabilidade) para passar de fase.

As cotações aqui apresentadas estão sujeitas a flutuações.

Futebol

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.