Pular para conteúdo
Registre-se
Argentina
  1. Futebol
  2. Copa do Mundo

Argentina é tricampeã do mundo

Após empate em 3 a 3, a Argentina vence a França nos pênaltis e conquista seu tricampeonato, colocando fim a 36 anos de espera.

Um jogo digno de uma final de Copa do Mundo

Após o tempo regulamentar, dois períodos de prorrogação e pênaltis. Foi assim que a Argentina conseguiu superar os atuais campeões, a França, na final da Copa do Mundo no Estádio Lusail, no Catar.

Esta é a terceira vez que a Argentina vence o maior torneio do futebol (1978, 1986 e 2022).

Como foi a partida?

No final das contas, foi o substituto Gonzalo Montiel que marcou o gol da vitória para encerrar a dramática partida final da Copa do Mundo. A Argentina venceu a disputa de pênaltis por 4 a 2 depois que o placar permaneceu empatado em 2 a 2 nos 90 minutos iniciais. 

Já na prorrogação houve mais dois gols, um para cada lado e o jogo terminou, por fim, num emocionante empate em 3 a 3.

No que se espera ser a última Copa do Mundo de Lionel Messi, o próprio camisa 10 marcou o primeiro gol do jogo, de pênalti aos 23 minutos. Pouco tempo depois, Angel Di Maria marcou, dando à Argentina uma vantagem de 2 a 0 sobre a França ainda no primeiro tempo. 

Kylian Mbappé, da França, marcou de pênalti no segundo tempo para diminuir o placar para 2 a 1. Um minuto depois, Mbappé marcou novamente para empatar o jogo em 2 a 2.

O placar se manteve até o segundo tempo, levando o jogo para a prorrogação. Já no tempo extra, Messi marcou novamente aos 109 minutos do jogo para fazer o placar de 3 a 2. Oito minutos mais tarde, ele de novo, Mbappé marcou de pênalti, empatando o placar em 3 a 3 e completando um hat-trick. 

Após os dois períodos de prorrogação, o jogo foi para os pênaltis. Fazendo quatro gols, dois a mais que a França, a Argentina conseguiu vencer a Copa do Mundo. 

Os franceses Kingsley Coman e Aurélien Tchouaméni erraram seus pênaltis, enquanto os quatro argentinos que fizeram a cobrança, marcaram seus gols.

Relembre a trajetória da Campeã do Mundo

Primeira Fase

Em sua trajetória, a Argentina foi cabeça de chave do Grupo C. Em seu primeiro compromisso, houve uma das maiores zebras do torneio, a Arábia Saudita, que era até então considerada uma das equipes mais frágeis do grupo, venceu os argentinos de virada por 2 a 1. Na ocasião, Messi abriu o placar de pênalti, mas viu os árabes virarem a partida no segundo tempo, com Saleh e Salem Al-Dawsari. 

No segundo jogo, a Argentina precisa se recuperar, pois corria sério risco de uma eliminação precoce. Neste jogo, portanto, um dos grandes favoritos da Copa do Mundo se colocou no seu devido lugar e dominou a partida, vencendo o México por 2 a 0, gols de Lionel Messi e Enzo Fernández. 

Contra a Polônia, a Argentina foi extremamente soberana e mostrou que estava de volta ao torneio e que poderia chegar longe. O domínio foi total, e nessa partida os hermanos voltaram a repetir o placar do jogo anterior, com gols de Alexis Mac Allister e Julián Alvarez. O que assegurou aos argentinos a primeira colocação do Grupo C.

Oitavas de final

No jogo 1.000 da carreira de Lionel Messi como jogador profissional, brilhou a estrela do camisa 10 argentino. 

Messi abriu o placar no primeiro tempo e aliviou a tensão de seus torcedores. Na etapa final, Alvárez, aos 11, ampliou. Nem mesmo o gol de Goodwin, aos 31, que assustou os sul-americanos, foi suficiente para acabar com a festa albiceleste. O 2 a 1 contra a Austrália confirmou a passagem dos sul-americanos para as quartas de final da Copa do Mundo do Catar.

Quartas de final

A Argentina alcançou as semifinais da Copa do Mundo após vencer a Holanda na disputa de pênaltis. Os hermanos contaram com gols de Molina e Lionel Messi para passar pela Holanda, que chegou a empatar com Weghorst em 2 a 2. Nos pênaltis o jogo terminou 4 a 3 para os sul-americanos.

Semifinal

Um jogo de extremo domínio argentino. Os sul-americanos voltaram a ser absolutos numa partida e venceram o algoz do Brasil nas semifinais. Naquela oportunidade, o camisa 10 argentino brilhou mais uma vez e a equipe Albiceleste venceu tranquilamente por 3 a 0, com gols de Lionel Messi e Julián Alvarez duas vezes.

Premiação

Além de garantir o título da Copa do Mundo, a Argentina também garantiu alguns prêmios individuais:

Bola de Ouro: Messi 
Melhor jovem: Enzo  
Melhor goleiro: Martínez

O francês Mbappé garantiu a chuteira de ouro, com oito gols marcados.

A próxima edição da Copa do Mundo será em 2026, com sede conjunta entre EUA, Canadá e México.

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies