Pular para conteúdo
ACESSAR Esportes bet365
Mauricio Pochettino
  1. Futebol
  2. Premier League

Pochettino e as oscilações dos Blues

O treinador argentino lida com pressão no comando técnico dos Blues, tendo como missão liderar esse processo de reformulação do elenco.

Falta de consistência na Premier League

Muito se fala da falta de títulos de Mauricio Pochettino no solo inglês, tendo batido na trave em algumas oportunidades quando comandava o Tottenham, uma delas inclusive contra o próprio Chelsea na final da Copa da Liglesa em 2015.

Curiosamente, o desempenho dos Blues em copas na atual temporada até que vem sendo positivo. Na Copa da Liga Inglesa, o time de Stamford Bridge está garantido na final, na qual enfrentará o Liverpool. Já na Copa da Inglaterra o Chelsea está garantido nas oitavas de final, favorito para duelo com o Leeds.

O grande ponto de questionamento é a campanha de meio de tabela na Premier League. Somando 34 pontos em 24 rodadas, os Blues seguem o mesmo ritmo decepcionante do ano passado, no qual passou por quatro técnicos diferentes, incluindo interinos.

Com o pelotão dos cinco primeiros colocados meio que disparados na frente (5º Aston Villa possui 46 pontos), as chances dos Blues voltarem para a principal competição europeia são mínimas.

O que vem dando errado para Pochettino nos Blues?

Primeiramente não se deve minimizar o tamanho da ausência de Reece James, que se destaca em um primeiro semestre de muitas lesões do Chelsea na atual temporada.

Possivelmente a contratação ofensiva mais badalada dos Blues, o francês Christopher Nkunku, também perdeu boa parte da temporada se recuperando de uma lesão no joelho que sofreu na preparação da equipe ainda nos Estados Unidos.

Outros nomes como Ben Chilwell, Roméo Lavia e Robert Sánchez, todos perderam vários jogos ao longo do último ano. Chilwell e Nkunku já estão disponíveis há um tempinho, enquanto os outros seguem de fora.

Além das lesões, o clube londrino lida com sérios questionamentos em relação a sua ineficiência na frente do gol. Uma das posições mais criticadas é justamente a de centroavante.

Os números de Nicolas Jackson nem são necessariamente ruins para um primeiro ano na Inglaterra, tendo sete gols e duas assistências em 21 jogos na Premier League; Contudo, em diversas ocasiões o senegalês foi questionado por gols perdidos. Para questão de registro, três desses sete gols vieram em uma vitória por 4-1 contra o Tottenham, na qual o Chelsea jogou boa parte do jogo com dois homens a mais.

Armando Broja recebeu chances, mas não impressionou e acabou sendo emprestado ao Fulham na janela de inverno. Christopher Nkunku já foi testado raramente como opção mais avançada.

O que vem dando certo para Pochettino nos Blues?

Em meio a esta busca por um goleador confiável, o atleta que surgiu como um alento para esse setor ofensivo dos Blues é Cole Palmer.

O jogador ex-Man. City chegou no fim da janela de verão e brilha em seu primeiro ano em Londres. Palmer quebrou marcas de um jogador jovem dos Blues, contribuindo para 16 gols (10 marcados e seis assistências) em 20 aparições na Premier League;

Contando também seus números na Copa da Liga Inglesa, Palmer tem participação direta em 20 gols do Chelsea na atual temporada, de longe a melhor marca da equipe.

Porém, não é só o jovem inglês que surge como ponto positivo. Malo Gusto tem aproveitado a ausência de Reece James e feito boas aparições em uma sequência como titular que recebe na lateral direita.

Enzo Fernández, que marcou um dos gols da temporada contra o Villa na Copa da Inglaterra, guardando uma cobrança de falta diante do seu compatriota Emiliano Martínez, se consolida cada vez como um dos pilares técnicos dessa equipe.

Em termos de desempenho coletivo, os Blues andam trazendo seu melhor nas copas e também em jogos grandes, salvo exceção a aparição diante do Liverpool em Anfield.

Na Copa da Liga Inglesa, o Chelsea já se garantiu na decisão, a sua quarta final de copa contra o Liverpool nas últimas quatro temporadas.

Pela Copa da Inglaterra, mesmo com um sorteio desfavorável, os Blues despacharam o Aston Villa na quarta fase, vencendo fora de casa por 3-1 após empate sem gols em Londres.

Nos duelos Big Six, o Chelsea tem algumas várias boas atuações na temporada, seja o empate por 4-4 no Stamford Bridge contra o Man. City, ou o 4-1 que conseguiu no Tottenham Hotspur Stadium.

O problema vem sendo nos confrontos com equipes de meio de tabela, já tendo sido derrotado pelos Wolves duas vezes na atual temporada, também contando com tropeços contra equipes como Everton e Nottingham Forest.

Momento atual

Talvez a maior pressão veio recentemente, isso após duas derrotas seguidas, sofrendo quatro gols em ambas contra Liverpool e Wolverhampton.

Contudo, a equipe respondeu bem a essa pressão derrotando o Aston Villa na Copa da Inglaterra e mais recentemente superando o Crystal Palace na Premier League por 3-1.

A sequência por vir será pesadíssima. Nas próximas duas rodadas da Premier League, a equipe de Pochettino enfrentará o Man. City no Etihad Stadium e o Tottenham no Stamford Bridge. Após esses dois jogos, os Bleus decidem a Copa da Liga Inglesa contra o Liverpool.

Artigos Relacionados

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies

Novo na bet365? Obtenha até R$200 em Créditos de Aposta Registre-se

A conta deve estar verificada antes da ativação. Retornos excluem valor de aposta em Créditos de Aposta. São aplicados T&Cs, limites de tempo e exclusões.