Pular para conteúdo
Registre-se
tênis
  1. Tênis

Alcaraz falha o Aberto da Austrália

O número um do mundo, Carlos Alcaraz, sofreu uma lesão na perna durante um treino e não vai jogar o primeiro Grand Slam de 2023.

O espanhol de 19 anos, que se tornou o tenista masculino mais jovem da história a vencer um torneio desta categoria no Aberto dos Estados Unidos em setembro, seria o cabeça-de-chave na Austrália, mas a lesão o afasta assim de lutar para conquistar seu segundo Grand Slam da carreira.

"Quando eu estava no meu melhor na pré-temporada, contraí uma lesão por causa de um movimento casual e não natural no treinamento. Eu trabalhei muito para chegar ao meu melhor nível para a Austrália, mas infelizmente não poderei jogar o Kooyong [evento de aquecimento] ou o Aberto da Austrália", revelou Alcaraz nas redes sociais.

Sua estreia oficial nesta temporada fica assim adiada. Aliás, desde que se aposentou devido a uma rotura abdominal no Masters 1000 de Paris, em novembro, o jovem não voltou a disputar um torneio oficial.

Claro que neste momento, o objetivo é fazer uma recuperação completa para evitar recaídas. Há a possibilidade de Alcaraz poder retornar no dia 20 de fevereiro no Rio Open, torneio que servirá de preparação para Indian Wells, o primeiro Masters 1000 do circuito, que acontecerá de 6 a 19 de março.

Esta ausência coloca ainda em perigo o primeiro lugar do ranking, com jogadores como Stefanos Tsitsipás, Novak Djokovic ou Casper Ruud tendo assim oportunidade de o ultrapassar.

Notícias relacionadas

Saiba tudo sobre o Aberto da Austrália

Prévia da chave masculina do Aberto da Austrália

Torneio australiano em aberto

O quê: Aberto da Austrália

Onde: Melbourne Park, Austrália

Quando: segunda-feira, 16 de janeiro - domingo, 29 de janeiro

Como assistir: ESPN

Cotações: Novak Djokovic 5/6, Daniil Medvedev 9/2, Rafael Nadal 10/1, Nick Kyrgios 12/1, Alexander Zverev 14/1, Jannik Sinner 14/1, Felix Auger-Aliassime 14/1, Stefanos Tsitsipas 14/1

Mesmo antes da desistência de Alcaraz, o torneio de simples masculinos do Aberto da Austrália deste ano tinha vários possíveis vencedores.

Claro que o rei indiscutível de Melbourne Park é Novak Djokovic, que conquistou o título umas recordistas nove vezes, e regressa agora em sua busca da 10ª vitória.

O sérvio venceu esta manhã o ATP 250 de Adelaide frente a Sebastian Korda, justificando seu favoritismo para a conquista em Melbourne, que tem odds de 5/6. Se o conseguir, ele irá igualar Rafael Nadal com 22 títulos de Grand Slam.

O espanhol aproveitou a ausência forçada de Djokovic há um ano atrás para conquistar sua segunda vitória no torneio de Melbourne, batendo Daniil Medvedev na final.

Por sua vez, o russo tem odds de 9/2 para conseguir melhor que o título de vice, conquistado nos últimos dois anos.

Mas há mais candidatos à vitória. O número três do mundo, Casper Ruud chegou à final do Aberto dos Estados Unidos na temporada passada, e tem odds de 20/1 para vencer na Austrália, enquanto Stefanos Tsitsipas, quarto classificado do ranking, tem 14/1.

E claro, não podemos esquecer Nick Kyrgios, que conta com o fato de jogar em seu país e ter o apoio da torcida. Será que ele consegue controlar seu temperamento e emoções para conquistar seu primeiro título deste nível?

Carregue aqui para ver todas as odds da chave masculina do Aberto da Austrália de 2023

Venus Williams desiste da chave feminina

O quê: Aberto da Austrália

Onde: Melbourne Park, Austrália

Quando: segunda-feira, 16 de janeiro - domingo, 29 de janeiro

Como assistir: ESPN

Cotações: Iga Swiatek 7/4, Aryna Sabalenka 9/1, Caroline Garcia 11/1, Ons Jabeur 12/1, Jessica Pegula 12/1, Coco Gauff 16/1

Venus Williams vai perder os simples femininos em Melbourne após sofrer uma lesão no Auckland Classic.

A norte-americana de 42 anos, que agora está fora do top mil do mundo, chegou duas vezes à final do Aberto da Austrália e recebeu um wildcard para o evento deste ano pelos organizadores do torneio. No entanto, ela vai falhar a que seria sua 22ª aparição em Melbourne Park.

Também há dúvidas sobre a participação da número um do mundo Iga Swiatek, que deixou a quadra em lágrimas após uma derrota por sets diretos para Jessica Pegula na United Cup, em Sydney, na sexta-feira.

Swiatek tem atualmente odds de 7/4 de aumentar sua coleção de títulos de Grand Slam para quatro, mas parece estar sofrendo com um problema no ombro direito que pode impedir sua participação.

O algoz da polonesa em Sydney, Pegula, tem odds de 12/1 para ganhar seu primeiro Grand Slam, tendo no ano passado chegado às quartas de final dos Abertos da Austrália, França e Estados Unidos.

Carregue aqui para ver todas as odds da chave feminina do Aberto da Austrália de 2023

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies