Pular para conteúdo
Registre-se
bola e rede de tênis
  1. Tênis

Alcaraz continua em alta

Artigo publicado em 27 de outubro 2022

O circuito masculino está na reta final da temporada e vários dos melhores tenistas do mundo disputam os ATP 500 de Basiléia e de Viena, se preparando para o Paris Masters 1000 e as ATP Finals.

Carlos Alcaraz, número um do mundo, já está nas quartas de final do torneio da Basiléia, enquanto Daniil Medvedev e Stefanos Tsitsipas tentam superar as oitavas em Viena.

ATP 500 de Basiléia

O quê:Torneio da Basiléia (ATP 500)
Onde:Place St. Jakobshalle, Basiléia (Suíça)
Quando:segunda-feira, 24 de outubro a domingo, 30 de outubro de 2022
Como assistir:ESPN
Cotações:Carlos Alcaraz 10/3, Felix Auger-Aliassime 6/1, Roberto Bautista Agut 12/1

Não há dúvidas que todas as atenções em Basiléia estão centradas em Carlos Alcaraz.

Com um impressionante recorde de 52 vitórias e apenas 11 derrotas esta temporada, o espanhol é o favorito esmagador para ganhar o título e bom resultado serviria para consolidar ainda mais sua posição no topo do ranking da ATP.

Até agora, ele superou Jack Draper e Botic Van De Zandschulp para chegar nas quartas de final onde vai enfrentar o também espanhol Pablo Carrenõ, número 15 do mundo e seu "melhor amigo no circuito", como afirmou Alcaraz.

O principal opositor de Carlos Alcaraz neste torneio é, sem dúvida, o canadense Felix Auger-Aliassime que joga ainda hoje frente ao sérvio Miomir Kecmanovic.

Já o cabeça de chave seis, Roberto Bautista Agut, eliminou esta quinta-feira o veterano Andy Murray para chegar nas quartas de final, onde Arthur Rinderknech, 51º do ranking mundial, também tem presença garantida.

Lembramos que o francês eliminou o croata Marin Cilic, campeão deste torneio em 2016, na primeira rodada.

ATP 500 de Viena

O quê: Torneio de Viena (ATP 500)
Onde: Place Wiener Stadhalle, Viena (Áustria)
Quando: segunda-feira, 24 de outubro a domingo, 30 de outubro de 2022
Como assistir: ESPN

Este tem sido um ano bastante decepcionante para o ex-campeão do Aberto dos EUA, Daniil Medveded, cujo único triunfo na temporada 2022 foi em Los Cabos, em agosto.

O número quatro mundial é favorito indiscutível à conquista do título em Viena, onde o russo espera conseguir fazer sua virada na temporada.

O russo estreou com vitória sobre Nikoloz Basilashvili, com um duplo 6-2, mas esta quinta-feira enfrenta Dominic Thiem nas oitavas-de-final.

Mas a oposição é forte no Torneio de Viena. Stefanos Tsitsipas e Jannik Sinner ainda estão na corrida e têm chances de surpreender, enquanto nomes como Andrey Rublev, Taylor Fritz e Cameron Norrie já se despediram da quadra austríaca.

O sorteio da chave não foi nada simpático para Medveded, que pode ainda encontrar Sinner nas quartas-de-final, se o italiano vencer argentino Francisco Cerundulo esta tarde conforme esperado. Este percurso que pode gerar um desgaste físico grande no russo e que favorece o cabeça dois do torneio, Stefano Tsitsipas, que tem um sorteio teoricamente mais acessível.

O grego começou sua jornada contra Dennis Novak e vai enfrentar nas oitavas o croata Borna Coric, 27º do ranking, podendo disputar as quartas com Hubert Hurkacz. O polonês está lutando por um lugar nas ATP Finals, o que significa que ele precisa de um bom resultado em Viena, e uma vitória sobre Tsitsipas seria o passo perfeito.

Mas não podemos descartar talentos como Denis Shapovalov, já com presença marcada nas quartas de final para enfrentar o britânico Dan Evans na sexta-feira.

A outra partida das quartas já confirmada opõe Grigor Dimitrov a Marcos Giron.

Na chave de duplas, temos presença brasileira nas quartas de final. Marcelo Melo e o polonês Hubert Hurkacz defrontam a dupla convidada austríaca Alexander Erler/Lucas Miedler esta tarde.

De notar que os três primeiros cabeças de chave nas duplas masculinas já foram eliminados.

Nadal está de regresso

Rafael Nadal vai retornar às quadras no piso sintético do Masters 1000 de Paris. O torneio acontece entre 31 de outubro e 6 de novembro e servirá de preparação para seu próximo compromisso: o ATP Finals, que acontecerá duas semanas depois em Turim.

Apesar de seu palmarés invejável, o espanhol nunca ganhou nenhum desses dois eventos, e os problemas físicos que vem sofrendo recentemente não o colocam como um dos favoritos.

Em Wimbledon, Rafa teve problemas no músculo abdominal que vem tratando desde então. Desde a derrota no US Open para Frances Tiafoe, no início de setembro, Nadal disputou apenas uma partida oficial, em duplas com Roger Federer, na Laver Cup.

De qualquer forma, seu treinador, Carlos Moyá, lembra que "Rafa sempre é muito competitivo, quaisquer que sejam as condições", e garante que ambos estão "animados com esses dois torneios finais da temporada".

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies