Pular para conteúdo
Registre-se
basquete
  1. Basquete
  2. NBA

A candidatura de Luka Dončić a MVP de 2022–23

Nesta temporada da NBA, Luka Dončić vem apresentando um desempenho notável do ponto de vista individual — e cada vez mais também do ponto de vista coletivo.

[Traduzido e adaptado de ''¿Se está preparando Doncic para el MVP?''.]

Os que acompanham a melhor liga de basquete do mundo provavelmente se surpreenderão ao constatar que, após quatro temporadas nos Estados Unidos, o esloveno Luka Dončić não esteve uma única vez entre os finalistas ao prêmio de MVP.

Em 2022–23, tudo indica que a história será diferente. O astro do Dallas Mavericks vem adotando um estilo mais individualista, o qual vem lhe levando a ser considerado um dos cinco favoritos — quando não o favorito — a receber o já citado prêmio.

Estaria ele se preservando estrategicamente?

Se analisarmos esta temporada dos Mavs desde o início, poderemos notar algumas ausências no mínimo suspeitas por parte da estrela da franquia. Tais ausências foram certamente para poupá-lo de certos jogos visando outros mais importantes.

Tomemos como exemplo o que se viu em 10 de dezembro passado. Na ocasião, o armador esloveno foi o grande ausente do lado dos texanos, que acabaram derrotados pelo Chicago Bulls, fora de casa, por 144 x 115.

Aquela partida foi realizada apenas dois dias antes da recepção dos Mavericks ao Oklahoma City Thunder. E é nesta outra equipe que atua o canadense Shai Gilgeous-Alexander — um dos principais concorrentes de Dončić ao prêmio de MVP.

Naquele 12 de dezembro em Dallas, os donos da casa venceram os de Oklahoma City por 121 x 114. Dončić teve grande atuação, anotando 38 pontos, 11 rebotes e 8 assistências. (A propósito, Gilgeous-Alexander anotou 42 pontos nesse dia.)

Quatro temporadas em que Dončić fez por merecer algo mais

Desde que Dončić estreou na liga americana, em 2018–19, a sensação que se tem é que ele possivelmente esteve sempre entre os cinco melhores de cada temporada. Ainda assim, até aqui nunca o vimos figurar entre os três finalistas ao prêmio de melhor jogador.

Em 2019 ele foi o Calouro do Ano e nos três anos seguintes fez parte do All-Star Team e do All-NBA Team. Que tudo isso não tenha bastado para torná-lo forte candidato ao tão cobiçado prêmio de MVP foi o motivo da reviravolta que estamos presenciando.

O melhor momento do ponto de vista individual

Parece-nos que os próprios Mavericks entenderam que, se querem que a sua principal estrela brilhe mais que as outras, talvez seja necessário sacrificar parte da temporada regular — uma fase da liga que vem perdendo muito em importância nos últimos anos.

Isso levou Dončić a pensar mais em si e menos em como fazer a sua equipe vencer. Muitas vezes nos primeiros meses de 2022–23 o seu foco esteve em registrar bons números, no entendimento de que tais estatísticas finalmente o levem a ser o MVP.

A franquia de Dallas, com 22 vitórias e 17 derrotas até o momento, só recentemente entrou na zona dos play-offs da Conferência Oeste. Resta saber se conseguirão se manter lá e se conseguirão (assim como em 2021–22) terminar entre os quatro melhores.

Concorrentes de peso

Graças às suas excelentes estatísticas recentes nos últimos meses, este atleta de 23 anos (completa 24 em fevereiro) está, como dito, entre os mais firmes candidatos ao troféu de melhor jogador da temporada regular da NBA.

É ele o primeiro colocado no ranking de pontos por jogo, com 34,0, e o quarto em assistências por jogo, com 8,7. A sua média de pontos é a melhor na carreira até aqui, e a de assistências só está um pouco abaixo da de 2019–20 (que foi de 8,8 por jogo).

Mas a concorrência é forte. Vide Jayson Tatum, do Boston Celtics: além de também vir apresentando ótima média de pontos por jogo (30,8), o ala americano atua pela equipe de melhor campanha da liga (com 28 vitórias e 12 derrotas).

Outro grande rival de Dončić é Giannis Antetokounmpo, que foi o MVP de 2018–19 e 2019–20. O ala-pivô grego do Milwaukee Bucks está entre os melhores tanto em pontos quanto em rebotes por jogo e, assim como Tatum, atua por um sério candidato ao título.

Há pelo menos dois outros atletas a se ter em conta: o pivô sérvio Nikola Jokić, do Denver Nuggets, que foi o MVP das últimas duas temporadas regulares; e o pivô camaronês Joel Embiid, do Philadelphia 76ers, que está em segundo lugar na média de pontos por jogo.

Até o início de abril, quando chegaremos à 25.ª e última semana da temporada regular, muita coisa ainda pode mudar. De qualquer modo, no momento Dončić é o mais bem cotado (3,60) a ser o MVP, seguido por Tatum (4,00), Jokić (4,00) e Antetokounmpo (4,50).

A bet365 utiliza cookies

Nós utilizamos cookies para oferecer um serviço melhor e mais personalizado. Para mais informações, consulte a nossa Política de Cookies